Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2000 / Resumo Maria Eduvirge Marandola

Resumo Maria Eduvirge Marandola

Resumo Maria Eduvirge Marandola

Discute as transformações ocorridas no cooperativismo agropecuário paranaense, no período de 1970 a 1998, através de estudo de caso que traça a trajetória de duas cooperativas agropecuárias localizadas na região norte do Estado do Paraná. Essas cooperativas tiveram origem na economia cafeeira e, na década de 70, transformaram-se em cooperativas agropecuárias receptoras de cereais. Uma permaneceu como comercializadora e a outra, além das atividades comerciais, possui atividades agroindustriais. Através do agrupamento de informações contábeis foram demonstrados a capitalização e o crescimento das mesmas. Os resultados encontrados revelaram que essas cooperativas tiveram dois momentos. O primeiro, de 1970 até aproximadamente 1982, marcado por transformações internas profundas: crescimento do imobilizado o que as tornou estruturalmente maiores, crescimento do capital próprio e resultados operacionais positivos. O segundo momento se estendeu de 1983 a 1998 e demonstrou crescimento no imobilizado inexpressivo, esgotamento na capacidade de gerar sobras e dificuldade de se auto-sustentar. O primeiro momento é caracterizado por fartos recursos estatais para a implementação da modernização tecnológica na agricultura. No segundo, ocorreu a retração do crédito, a aprovação da autogestão e a abertura da economia. Os resultados declinantes de ambas, no período 83 a 98, demonstram que, muito embora essas cooperativas tivessem empreendido estratégias internas para viabilizar a auto-sustentação, foram incapazes de manter resultados satisfatórios, na ausência de políticas institucionais dirigidas ao setor. 

« Janeiro 2021 »
Janeiro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31
UA-106127954-1