Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2015 / Resumo Michael Robson Somer

Resumo Michael Robson Somer

Resumo Michael Somer

Diante disso, o objetivo deste trabalho é entender o padrão de especialização do comércio exterior brasileiro, confrontando-as com políticas industriais. O intuito é o de verificar quais os setores mais dinâmicos da economia e que deveriam ser o foco das políticas industriais para o alcance de taxas de crescimento econômico mais elevadas, sem a ameaça de restrição externa. A pesquisa parte da hipótese de que o tipo de especialização que um país adota afeta sobremaneira seu crescimento de longo prazo e a estabilidade externa. Além disso, defende-se que a tecnologia é fundamental para definir vantagens competitivas e, consequentemente, favorecer o crescimento. A fundamentação teórica desta pesquisa baseia-se no modelo desenvolvido por Thirlwall (1979), que considera a restrição de balanço de pagamento a prazo, a taxa decrescimento econômico de um país. Esse modelo mostra que, no longo prazo, a taxa decrescimento econômico de uma economia é dada pela razão entre a taxa de crescimento das exportações e a elasticidades-renda da demanda por importações. Sua extensão multissetorial, proposta por Araújo e Lima (2007), implica que, mesmo que as elasticidades setoriais sejam constantes e não haja nenhuma alteração no crescimento da renda mundial, um país pode crescer mais rapidamente se transferir recursos para os setores com maiores elasticidades-renda da demanda por exportações e se reduzir, em termos relativos, a importação de setores com maiores elasticidades-renda da demanda por importações. Em termos empíricos, foram estimadas nesta pesquisa as elasticidades-renda e preço da demanda das funções de exportações e importações setoriais, bem como dos setores classificados por intensidade tecnológica, ao longo do período de 1962 a 2013. Os resultados empíricos mostraram que as elasticidades-renda da demanda dos setores menos intensivos em tecnologia. Além disso, observou-se que há, ao longo do tempo, uma tendência decrescente nas elasticidades-renda da demanda por exportações e uma tendência ascendente nas elasticidades-renda da demanda por importações. Por fim, constatou-se que o Brasil possui uma pauta de exportação concentrada em setores com menores elasticidades e baixo conteúdo tecnológico e maiores elasticidade, o que pode implicar agravamento da restrição externa do país.

Para mais informações e trabalho completo, clique aqui.

« Setembro 2019 »
Setembro
DoSeTeQuQuSeSa
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930
Próximos Eventos
LACEA/LAMES Meeting 07/11/2019 - 09/11/2019 — Puebla, México
47º Encontro Nacional de Economia 10/12/2019 - 13/12/2019 — Escola de Economia de São Paulo FGV
Próximos eventos…
UA-106127954-1