Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2019 / Resumo Érica Aparecida Ribeiro

Resumo Érica Aparecida Ribeiro

O objetivo desta dissertação é identificar o impacto da concorrência com o setor informal e do capital estrangeiro sobre a probabilidade de as empresas subornarem, levando em consideração as características institucionais, econômicos e sociais dos países nos quais as firmas se instalam. Dentre as características das empresas que já foram alvo de estudos anteriores, o entendimento sobre o efeito da concorrência com o setor informal e do capital estrangeiro sobre a a probabilidade de as empresas pagarem propina ainda não é definitivo. Com relação a concorrência com o setor informal, sabe-se que a existência de empresas não registradas está relacionada às fundamentais dos países, como o baixo nível de desenvolvimento econômico e a existência de instituições fracas e regulamentações pesadas e/ou mal elaboradas que, por sua vez, estão relacionadas a níveis elevados de corrupção nos países. Acerca da variável de capital estrangeiro, a literatura também diverge sobre qual o seu efeito real sobre a probabilidade de subornar das firmas, porém, parte dela afirma que as empresas se adaptam a cultura dos países nos quais elas se instalam de forma que subornam na mesma medida que as empresas locais. Devido à característica hierárquica dos dados, que relaciona variáveis em nível de país e de firma, utilizou-se a regressão logística multinível. Os principais resultados, para a amostra de 31.222 empresas de 88 países, indicam que, em média, concorrer com firmas informais está associado a um aumento na probabilidade de as firmas subornarem, enquanto que empresas de capital estrangeiro não subornam nem mais e nem menos que as empresas de capital doméstico. O níviel de qualidade burocrática, de estabilidade política e o PIB per capita dos países estão negativamente relacionados com a probabilidade de as firmas subornarem. Além disso, os resultados também indicam que a crença, por parte da empresa, de que o sistema judiciário do país é justo, imparcial e incorruptível reduz significativamente as chances das empresas se envolverem em transações corruptas. Ao dividir a amostra em 6 regiões, vê-se que concorrer com o setor informal tem o mesmo efeito positivo nas chances das firmas subornarem em 5 das 6 regiões analisadas. Com relação ao capital estrangeiro, este é estatisticamente não signficativo em todas as regiões, enquanto que a melhora na qualidade burocrática dos países reduz a chances de subornara apenas das empresas situadas no Oriente Médio e Norte da África. De forma semelhante, o aumento do PIB per capita está associado a redução nas chances das firmas subornarem apenas no Leste Europeu e Ásia Central, e uma maior estabilidade política relaciona-se com menores chances das firmas subornarem apenas na África e Leste Europeu e Ásia Central. Estas diferenças entre as regiões indicam que políticas homogêneas contra a corrupção provenientes de instituições internacionais são pouco eficientes, sugerindo que essas políticas devem considerar os aspectos regionais para produzirem efeitos mais significativos no longo prazo.

« Agosto 2019 »
Agosto
DoSeTeQuQuSeSa
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
Próximos Eventos
59th ERSA Congress Cities, regions and digital transformations: opportunities, risks and challenges 27/08/2019 - 30/08/2019 — Lyon, França
LACEA/LAMES Meeting 07/11/2019 - 09/11/2019 — Puebla, México
47º Encontro Nacional de Economia 10/12/2019 - 13/12/2019 — Escola de Economia de São Paulo FGV
Próximos eventos…
UA-106127954-1