Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2019 / Resumo Juliana Lopes Andrade

Resumo Juliana Lopes Andrade

Tendo em vista os diversos desafios enfrentados pelas mulheres com filhos no mercado de trabalho, a postergação da maternidade pode representar uma estratégia para a mulher acumular capital humano antes de tornar-se mãe, ampliar sua participação no mercado de trabalho e impulsionar sua renda. O presente trabalho tem como objetivo investigar o impacto nos rendimentos das mulheres no mercado de trabalho brasileiro provenientes do adiamento da maternidade. Para atingir tal objetivo, utilizou-se a Pesquisa Nacional de Saúde do ano de 2013. Para estimar os efeitos nos rendimentos, fez-se uso do Método de Mínimos Quadrados Ordinários, do Método de Heckman e do Método de Variáveis Instrumentais. Os resultados do trabalho sugerem que postergar a maternidade gera um impacto positivo de, aproximadamente, 2% nos rendimentos a cada ano de adiamento. Além disso, os resultados indicam que ter filhos ocasiona um impacto negativo nos rendimentos das mulheres de cerca de 16%. Ainda, ao comparar os rendimentos de homens e mulheres, os resultados sugerem que ser mulher gera um impacto negativo em torno de 22% nos rendimentos, porém o adiamento reduz esse diferencial, mas não o elimina.

UA-106127954-1