Você está aqui: Página Inicial / Dissertações / 2018 / Resumo Luiza Carolina de Morais

Resumo Luiza Carolina de Morais

A presente pesquisa busca analisar a relação entre os principais programas públicos brasileiros de apoio às exportações, especificamente o BNDES Exim, o Seguro de Crédito à Exportação, o PROEX Financiamento e o PROEX Equalização, e as exportações da indústria brasileira de transformação nos anos 2000, tendo como base o modelo teórico de Chaney (2016). Especialmente para o caso dos PROEX foi avaliado também o impacto direto do programa sobre a margem extensiva do comércio internacional. A literatura recente tem destacado o papel das condições financeiras das firmas, da vulnerabilidade financeira setorial, e seus impactos nos fluxos comerciais agregados. Para alcançar os objetivos propostos, utiliza-se o procedimento de dados organizados em painel com variáveis instrumentais. As estimativas indicam a existência de impactos positivos do BNDES Exim sobre as exportações setoriais brasileiras e uma suavização das restrições de crédito específicas de setores com maior necessidade de liquidez corrente. O Seguro de Crédito à Exportação também promove as exportações de setores financeiramente mais vulneráveis. Os programas PROEX, entretanto, não impactam positivamente as exportações setoriais, mas apresentam um efeito positivo na margem extensiva do comércio internacional.

(Para acessar a dissertação, clique aqui)

 

« Janeiro 2020 »
Janeiro
DoSeTeQuQuSeSa
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031
UA-106127954-1