Você está aqui: Página Inicial / Teses / 2015 / Resumo Tales Chenso da Silva Rabelo

Resumo Tales Chenso da Silva Rabelo

Resumo Tales Rabelo

O presente trabalho pretende analisar a capacidade dos modelos neoclássicos: básico, monetário e da generalização do modelo com moeda e carga tributária direta e indireta,  reproduzirem às estatísticas fornecidas pelas séries econômicas brasileira dos últimos 20 anos. O trabalho também pretende fornecer um conjunto de dados que torne possível atender às necessidades estatísticas do modelo fiscal. Umas das contribuições do estudo é a apresentação de uma metodologia suficientemente robusta para a projeção da conta renda e, a partir de seus componentes, particularmente o subconjunto que  compõe o valor adicionado a preços básicos,  criar séries temporais em intervalos trimestrais para o excedente operacional bruto, salários, contribuições sociais, rendimento misto e outros impostos líquidos de subsídios. Estas estatísticas são fundamentais  para a estimação de alíquotas tributárias estocásticas. O trabalho também procura mensurar a produtividade do trabalho e a produtividade total dos fatores sob a ótica das horas totais trabalhadas tendo em vista a contínua e persistente queda da jornada de trabalho no período estudado. Das conclusões a mais impressionante é o efeito deletério da volatilidade das alíquotas tributárias sobre a difusão dos choques tecnológicos. Os choques sobre a carga  tributária provocam um descasamento entre os ciclos de algumas variáveis reais e o produto, notadamente a produtividade do trabalho e o consumo. Como consequência, as variáveis reais  sofrem um  crowding out que impede a dispersão das mudanças tecnológicas exógenas positivas observadas na economia.

Para mais informações e trabalho completo, clique aqui.

« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Próximos Eventos
47º Encontro Nacional de Economia 10/12/2019 - 13/12/2019 — Escola de Economia de São Paulo FGV
Próximos eventos…
UA-106127954-1