Você está aqui: Página Inicial / Teses / 2019 / Resumo Jackelline Favro

Resumo Jackelline Favro

Esta tese tem por objetivo realizar, por meio de três ensaios, uma análise sobre a agroindústria brasileira no período de 2006 a 2016. A questão que norteia o trabalho é avaliar a estrutura industrial da agroindústria e como este segmento da indústria de transformação impacta na geração de emprego nas regiões as quais está instalada. Para tanto, realiza-se uma análise dos aspectos locacionais da agroindústria com enfoque na estrutura produtiva regional e na avaliação de política pública por meio dos desembolsos do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social). O primeiro ensaio analisa os fatores que determinam o crescimento dos estabelecimentos da agroindústria, a saber, custo de mão de obra, demanda de mercado, insumos, mão de obra disponível e especialização do setor. Para essa análise, foi realizado um procedimento em três etapas: i) realização de Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE), que identificou a dependência espacial na variável crescimento dos estabelecimentos da agroindústria de 2006 a 2016, ii) estimação do modelo SAR (Espacial Autorregressivo), o qual por meio de uma análise espacial global, identificou os fatores que contribuem para o crescimento dos estabelecimentos da agroindústria, e iii) estimação do modelo RPG (Regressões Ponderadas Geograficamente), que permitiu realizar um diagnóstico local e verificar como cada variável impacta nas regiões que forma estatisticamente significativas. Os resultados apontam a importância das variáveis PIB per capita, trabalhadores com ensino médio, quociente locacional da agropecuária e valor da produção agropecuária, que apresentaram efeitos locais sobre o crescimento dos estabelecimentos da agroindústria nas regiões Norte e Nordeste do país, regiões que, ao longo do período, apresentaram crescimento representativo em suas estruturas produtivas agroindustriais. O segundo ensaio analisar, por meio das economias de aglomeração, como a estrutura produtiva local impacta o nível de emprego da agroindústria. Para tanto, utilizaram-se como ferramentas econométrica a Análise Exploratória de Dados Espaciais (AEDE) e a análise de dados em painel espacial considerando o período de 2006 a 2016. Os resultados indicam que as externalidades locais de especialização impactam positivamente no nível de emprego da agroindústria e que o nível de emprego na agroindústria das regiões vizinhas também é relevante para o crescimento do emprego local. Por fim, o proposto do terceiro ensaio consiste em realizar uma análise de avaliação de política pública para verificar o impacto dos financiamentos direcionados para as atividades ligadas a agroindústria na geração de emprego nos anos de 2009 e 2010, período marcado pela política anticíclica adotada pelo governo para conter os impactos da crise internacional deflagrada em 2008. Utilizou-se os métodos de pareamento Propensity Score Matching (PSM) e diferenças-em-diferenças (DID) para verificar os efeitos dessa política. Os resultados encontrados no estudos evidenciaram que os desembolsos do BNDES contribuíram para a geração de emprego na agroindústria nas empresas que receberam financiamento no período da política. Em suma, pode-se evidenciar, por meio desta tese, que a agroindústria desempenha papel importante na geração de emprego e na renda nas diversas regiões do país e que a estrutura produtiva local, em especial, a especializada e as políticas públicas de concessão de crédito, via BNDES, contribuíram para a geração de emprego nesse segmento produtivo ao longo do período analisado.

 

Palavras-chave: Agroindústria. Emprego. Econometria espacial. Estrutura produtiva. Propensity Score Matching. Painel de dados.

« Novembro 2019 »
Novembro
DoSeTeQuQuSeSa
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
Próximos Eventos
47º Encontro Nacional de Economia 10/12/2019 - 13/12/2019 — Escola de Economia de São Paulo FGV
Próximos eventos…
UA-106127954-1