+

Programa de Pós-Graduação em Administração

Considerando a Portaria nº 122/2020-GRE.
Considerando a atual situação quanto à pandemia do novo coronavírus (COVID-19).
A Secretaria do PPA comunica que não haverá atendimento ao Público presencial, apenas atendimento via e-mail, a partir de 19/03/2020.Informamos que as atividades programadas para o semestre 1/2020 (Aulas, orientações, palestras, bancas etc..) estão ocorrendo virtualmente, desde o dia 16/04/2020, cf. decisão do Conselho Acadêmico do PPA. 

 

 


 

POLÍTICA DE AÇÕES AFIRMATIVAS NO PPA

O Programa de Pós-Graduação em Administração da UEM aprovou, na 100ª reunião do Conselho Acadêmico realizada em 23/07/2020, política de ações afirmativas (cotas) para pessoas negras e indígenas no PPA/UEM, a partir do processo seletivo para as turmas 2021. O número de vagas oferecidas em cada processo seletivo será fixado em edital de inscrições, observando-se o percentual de 20% (vinte por cento) das vagas reservadas para pessoas negras e indígenas em cada linha de pesquisa. Maiores informações na Res. nº 110/2020-PPA.

 


RELATÓRIOS DE GRUPOS DE PESQUISA: 

 Relatório final do Projeto "Estruturas de governança e garantia de direitos de propriedade: um estudo em sistemas de carnes nobres no Paraná", do Grupo de Pesquisa GECOR - GRUPOS DE ESTUDOS EM ESTRUTURAS COORDENADAS, composta pela equipe: Profª Drª Sandra Mara de Alencar Schiavi (coordenadora), Prof. Dr. José Paulo de Souza, Jaiane Aparecida Pereira, Amanda Ferreira Guimarães, Lechan Colares-Santos, Rejane Heloíse dos Santos e Iolanda Ivantes Silva Rodrigues. Entrar. 

CONVITE - BANCAS DE DEFESA PÚBLICA ONLINE:  

Dia 11/02/2021, às 14:00 h. Banca de Defesa Pública da(o) aluna(o) JULIANO CESAR DE OLIVEIRA, em 11/02/2021, às 13h30min., composta pelos seguintes docentes: Dr. Marcio Pascoal Cassandre (presidente), Drª. Sara Rosa Soares Traquina Alves Elias (membro examinador externo – Victoria University - Canadá), Dr. Juliano Domingues da Silva (membro examinador do PPA), Drª. Liliane Canopf (suplente externo – UTFPR) e Drª. Priscilla Borgonhoni Chagas (Suplente UEM).
Título da dissertação: Aprender a empreender: o processo de aprendizagem e o desenvolvimento empreendedor na Universidade.
Resumo: Agir sobre uma oportunidade de negócio é um processo humano complexo que envolve como empreendedores aprendem e se desenvolvem ao longo da vida. A aprendizagem é parte da atividade humana e o desenvolvimento do indivíduo tem origem na sua interação dialética com o mundo social, o que envolve os processos educativos da aprendizagem. Partindo desse pressuposto, a atenção se volta para a atuação das instituições de ensino nos processos de aprendizagem e de desenvolvimento do estudante, que se coloca na condição de potencial empreendedor. Desse modo, o objetivo desta dissertação consiste em compreender o processo de aprendizagem empreendedora e o desenvolvimento empreendedor de estudantes de uma instituição de ensino superior com a finalidade de orientar a elaboração de práticas pedagógicas para formação de empreendedores. Para isso, adotou-se uma abordagem construtivista da aprendizagem empreendedora baseada na Psicologia histórico-cultural e no modelo Triadic Model of Entrepreneurial Learning. Para alcançar o objetivo, a pesquisa narrativa e a técnica focus group com o uso de storytelling e imagens teatrais foram adotadas como aporte metodológico da investigação. A pesquisa ocorreu com estudantes de uma instituição pública de ensino superior que optaram por empreender em determinado momento do seu percurso acadêmico, recebendo o apoio da universidade para a criação de empresas reais. Para identificar esse perfil, optou-se por realizar a pesquisa em uma instituição que tivesse entre suas práticas pedagógicas um programa de incentivo ao empreendedorismo, entre eles, o apoio na criação de empresas por meio de uma incubadora. Os resultados demonstram que o empreendedorismo parecia algo distante antes do ingresso na universidade. Histórias inscritas nas narrativas e contadas por eles retomam experiências de vida que os aproximam daquilo que acreditam ser o empreendedor, alguém reconhecido, independente e autodidata, que busca resolver problemas para ajudar as pessoas. No início da universidade, envolvidos pelo medo de um mundo novo, preferem não arriscar fora da sala de aula. Depois de algum tempo, impulsionados pelos colegas e pelos professores, começam a se envolver em outras atividades e a se inserir em outros espaços da universidade. Nesses espaços, entram em contato com o empreendedorismo e descobrem que empreender é possível, mesmo na universidade. Nesse contexto, entram em contato com histórias de sucesso e com “empreendedores de sucesso”, que são tomados como referência. Imersos nesse ambiente, eles aprendem e constroem histórias de quem desejam ser e criam projetos que podem se transformar em empresas reais. A rotina muda, as responsabilidades se tornam maiores e a sobrecarga de tarefas também, eles já não são apenas estudantes, agora, assumem a identidade de empreendedor na busca de uma empresa de sucesso. Essa identidade reorganiza a relação com a universidade, com os colegas e a com família. Aprender a empreender é um processo social, compreendido de forma contextual em vez de um processo puramente educacional.
Palavras-chave: Aprendizagem. Desenvolvimento. Empreendedor. Estudante. Universidade.
LINK:
 

  

 PRÊMIOS,  PARTICIPAÇÕES EM EVENTOS, PUBLICAÇÕES e VISITANTES:

 
A pós-doutoranda Priscila Malanski e os co-autores Benoît Dedieu e Prof Sandra Schiavi publicaram no Journal of Rural Studies o artigo Mapping the research domains on work in agriculture. A bibliometric review from Scopus database. Este trabalho é mais um fruto da parceria internacional entre PPA/UEM e INRAE, instituto francês de pesquisa sobre agricultura, alimentação e meio ambiente. O artigo está disponível no link: https://doi.org/10.1016/j.jrurstud.2020.10.050
 
Os alunos Leonardo Auriglietti, Amanda Ferreira GuimarãesPriscilla Tiari Torrezan Chaves, Júlia Kiill Santos e Priscila Malanski e a Profª Drª Sandra Mara de Alencar Schiavi ganhariam a primeira colocação do Prêmio Pesquisa Científica 2019 na categoria “Pós-Graduação Sctricto Sensu”, na área de Humanidades. O título do trabalho foi: Perfil de comercialização de cafés no Paraná. Esse trabalho é fruto de um projeto de extensão em parceria com a SETI, intitulado: Agricultura familiar e agrossistemas sustentáveis: ações para fortalecimento da cafeicultura do Paraná.

 

O egresso do mestrado no PPA, Kaio Feroldi Motta, orientado pela Profª Olga Maria Coutinho Pépece, foi contemplado com o prêmio de 1º lugar em Gestão Hospitalar no Paraná, durante sua participação no XII Seminário Femipa e, recentemente, o mesmo saiu na Revista de Saúde Pública do Governo do Estado.   
 
O ECI/UEM, em parceria com o Programa de Pós-Graduação em Administração e o Programa de Economia da UEM, promoveram duas palestras do Prof. MARCELLUS MARQUES CALDAS (Manhantan, Kansas State University): Em 06/06/19, às 16:00 h., proferirá a palestra "Insights on Community Engagement: the role of Kansas State University". Local: Auditório do PCE - Bloco C34. Em  07/06/19, às 14:00h., a palestra "How to write a paper for an international journal". Local: Auditório do PCE - Bloco C34.

  

A UEM obteve o 6º lugar em publicações de trabalhos na área de Estudos Organizacionais, por ocasião do ENEO 2019, realizado em Fortaleza, de 16 a 18 de maio/2019.   

 

A Profª Drª . Juliane Teixeira foi premiada como jovem pesquisadora de estudos organizacionais 2019 por ocasião do ENEO 2019 realizado em Fortaleza, de 16 a 18 de maio/2019.

 

O PPA recebeu a Profª Drª MARIA SYLVIA MACCHIONE SAES, da FEA/USP, em 18 e 19/03/19, que proferiu a palestra "Mesoinstituições: definições e operacionalização", aos alunos e docentes do Programa de Pós-Graduação em Administração.

 

O Prof. Dr. Valter Afonso Vieira ganhou, em 2018, o prêmio de Melhor Trabalho de Avaliação dos Periódicos da ANPAD. Este prêmio tem por base a qualidade na revisão dos artigos submetidos à Revista de Administração Contemporânea (RAC) e a Brazilian Administration Review (BAR), ambas de publicação da ANPAD.

O Prof. Dr. Marcio Pascoal Cassandre, em parceria com o ex-aluno do PPA Maurício Donavan Paniza e a aluna Carine Maria Senger tiveram o trabalho O Conflito em um Movimento de Aprendizagem Expansiva: a Experiência com o Laboratório de Mudança na Gestão de Resíduos de um Hospital-escola" premiado como MELHOR TRABALHO no VI EnGPR 2017 - ENCONTRO DE GESTÃO DE PESSOAS E RELAÇÕES DE TRABALHO, realizado em 28 a 30 de maio de 2017, em Curitiba.

O Prof. Dr. Francisco Giovanni David Vieira, juntamente com o Prof. Dr. Marlon Dalmoro (Univates), Prof. Dr. Daniel Carvalho de Rezende (UFLA) e Prof. Dr. João Felipe Sauerbronn (Unigranrio), tiveram aprovada para o EnANPAD 2019 a proposta de tema intitulada "Construção de Mercados". Maiores informações sobre o tema, tais como descritor e tópicos abordados, estarão disponíveis dentro em breve na página da ANPAD.

A Prof. Drª Olga Maria Coutinho Pépece, em co-autoria com o Prof. Dr. Nelsio Rodrigues de Abreu (PPGA/UFPB), Prof. Dr. Marcelo de Rezende Pinto (PPGA/PUC-Minas), Profª Drª Leticia Moreira Casotti (COPPEAD/UFRJ) e Profª Drª Solange Alfinito (PPGA/UnB), submeteram e tiveram aprovada a proposta de tema  para o EnANPAD 2019, intitulado "Marketing e Sociedade / Marketing and Society / Marketing y Sociedad". Maiores informações em anexo.

A Prof. Drª Elisa Yoshie Ichikawa e o Prof. Dr. Alexandre de Pádua Carrieri (UFMG) tiveram aprovado para o EnANPAD 2019 a proposta de tema intitulada "Modos de (r)existência: outros modos de organizar / Modes of (r)existence: other ways of organizing / Modos de (r)existencia: otros modos de organizar".

 

     

 

Os alunos do Programa de Pós-Graduação em Administração Mariana Augusta de Souza e Daniel Teixeira dos Santos Braz compartilharam suas recentes experiências de mestrado sanduíche em universidades parceiras (com acordo de cooperação ativos), na França e na Itália, respectivamente, durante o evento com a presença do chefe do Consulado Comercial do Governo do Canadá para a região Sul, Paulo Orlandi, O evento foi promovido pelo ECI - Escritório de Cooperação Internacional da UEM, e aconteceu dia 21/11, tendo como principal objetivo potencializar as parcerias entre a UEM e as universidades canadenses, especialmente envolvendo áreas estratégicas em pesquisa, essenciais para consolidação da inserção internacional da UEM. A passagem pela UEM fez parte da agenda oficial de Orlandi, que também visitou escolas, agências de intercâmbio e instituições de ensino superior da região norte paranaense.